Portal de Conferências da UFSC, ENANCIB 2019

Tamanho da fonte: 
A CONTRIBUIÇÃO DAS LINHAS E GRUPOS DE PESQUISA PARA A INSTITUCIONALIZAÇÃO DA PESQUISA NOS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO NO BRASIL: UMA ANÁLISE COM IRAMUTEQ
Leilah Santiago Bufrem, Nancy Sánchez-Tarragó

Última alteração: 2019-10-14

Resumo


Objetiva compreender como se produz a articulação entre linhas de pesquisa dos Programas de Pós-graduação e as linhas dos Grupos de pesquisa em Ciência da Informação, esclarecendo as implicações destes elos para a institucionalização da Ciência da Informação brasileira. Realiza análise lexical com a ajuda do software IRaMuTeQ, complementada com uma análise do conteúdo das linhas de pesquisa de um corpus empírico a partir da documentação existente nas páginas institucionais de sete Programas de pós-graduação, reconhecidos e consolidados, utilizando como critério aqueles com teses defendidas até 2016. Descreve os Grupos de pesquisa em Ciência da Informação de instituições selecionadas e identifica as temáticas e sub-temáticas que se refletem nas linhas dos Grupos de pesquisa e nas linhas dos Programas para analisar a correspondência temática entre elas. Conclui que a discussão teórica sobre a institucionalização social e cognitiva da pesquisa nos Programas permite a compreensão dos dados empíricos sobre a constituição de linhas e grupos consolidados, assim como temas de pesquisa como atividades reconhecidas na constituição e delimitação do campo. Observa que a visualização possível graças aos mapas dos grupos e linhas de pesquisa, a partir das análises lexicais, permite a percepção das temáticas correspondentes aos grupos institucionalizados mais representativos e que a articulação entre linhas de pesquisa dos Programas de Pós-graduação e as linhas de pesquisa dos grupos de pesquisa em Ciência da Informação é perceptível em algumas instituições.


Texto completo: PDF