Portal de Conferências da UFSC, ENANCIB 2019

Tamanho da fonte: 
PROPOSTA DE UM ESQUEMA DE REPRESENTAÇÃO PARA OS GÊNEROS MUSICAIS BRASILEIROS
Juliana Rocha de Faria Silva, Fernando William Cruz, Marcos Fragomeni Padron

Última alteração: 2019-10-11

Resumo


Neste artigo propõe-se um esquema de representação para os gêneros da música brasileira a partir do relato de vinte e dois músicos brasileiros profissionais que atuam no mercado da música brasileira como intérpretes, compositores, arranjadores e produtores. Os dados coletados são um recorte dos resultados de uma tese de doutorado que se propôs a apresentar diretrizes para a organização da informação musical brasileira e são analisados a partir de uma perspectiva qualitativa aproximando-se das abordagens da Análise de Domínio (HJØRLAND, 2002; HJØRLAND; ALBRECHTSEN, 1995) e da Teoria do Conceito (DAHLBERT, 1978). Os resultados apontam para a relevância de se identificar o corpus das músicas brasileiras que, embora considerem as classificações gerais (regional ou folclórica, erudita ou popular), podem apresentar-se em subclassificações que mudam significativamente a maneira como deve ser representada e organizada. A classificação dos gêneros musicais brasileiros é relevante à organização da informação da música popular brasileira, pois revela a sua proximidade à cultura local.

Texto completo: PDF